No foyer...

(foto de JGF)


Neste espaço, feito Teatro de uma vida, que, por acaso, é a minha, hoje reduzo-me à condição de não passar do Foyer. Estrangeirismo elegante, sem dúvida. E no inumerável vocabulário português, não encontrei nada melhor para me relatar, nesta quase noite de terça-feira.

Não posso entrar! No outro dia, um dos nossos políticos, à conta da luta instaurada pelo poder laranja, proferiu uma frase "assisada" (para compensar o estrangeirismo): Ser responsável é resistir!

Nem mais! Sou responsável! Nessa perspectiva, e porque aguardam, na minha mesa, na expectativa de uma correcção, os testes dos meus lindinhos, vou resistir!

Hoje, não passo do Foyer... o auditório que espere pela minha irresponsabilidade.

(A flor...roubei, só porque era laranja e ficava bem.)


1 comentário:

© efeneto disse...

...e dá realce ás palavras...
Um beijo de amizade...