Uma onda...

(foto de GMV)

Pairam segredos no bramido do mar. São de lágrimas salgadas... as saudades espraiadas pela areia.
.
Dissolvem-se sonhos no ímpeto das águas agitadas.
.
Apazigua-se a onda numa maré-cheia de porvir.




[... breve o regresso aos ensaios reais...]

18 comentários:

Paulo disse...

(já cá tinha estado, não deixavas comentar!)

Que seja cheia a maré só de coisas boas, neste último período. Bom regresso ao trabalho, minha querida amiga.

Bjos, sem segredos

PJB

Sunshine disse...

Linda a onda ... a do mar e a das palavras.

Bjs

mundo azul disse...

___________________________________


...lindo!

Sim, depois do redemoinho, tudo se acalma...


Beijos de luz e o meu especial carinho!!!

_______________________________

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Penso que é isso:

"Apazigua-se a onda numa maré-cheia de porvir."

E é uma frase muito bela!

Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, as tuas palavras soam-me tão bem que até parece que já as tinha lido ou ouvido, mesmo com o bramido do mar...
Quando assim é, a saudade é irremediável. Mas a maré-cheia do porvir vai acabar com ela, por certo.
Tens magia poética, muito embora o não queiras reconhecer. Gostei das tuas imagens poéticas. E da foto, que é tua, de um mar que não me é estranho... rs...
Beijo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lembrei-me de Fernando Pessoa: "Ó, mar salgado, quanto do teu sal são as lágrimas de Portugal". Lindo o que escreveu, Graça. O mar apaga as dores, a nostalgia, que é dor (algia) e deixa, sim, a saudade das coisas boas e a promessa de uma beleza infinda.
Acabei de chegar. Hj, há bastantes posts a comentar. Todos foram publicados pelo meu irmãozinho.
Beijos,
Renata

Paola disse...

Gosto do teu mar [eu tenho um rio!!]de segredos... Gosto desta onda que se que se pacifica... Gosto da maré-cheia de porvir... Não sei... mas faz sentido...

Beijo abraçado

Atreyu disse...

Vou pegar minha prancha e surfar por entre essas ondas!

f@ disse...

Olá Graça,
Ontem tentei comentar mas não deu...
e agora as ondas passaram areias na minha cabeça...

Salgadas e doces saudades se deitam ao sol para aquecer os sonhos...

beijinhos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça, querida:
Postei no Galeria A Dama das Camélias, tudo está um pouco diferente. Conto com vc.
Um beijo,
Renata
PS: Além de publicar nos outros aos quais vc já está acostumada

alex disse...

Amiga
que que bela onda e belo mar ,calmo como os teus versos
A frase é sem dúvida "Apazigua-se a onda numa maré- cheia de porvir"
BEM_HAJAS


um beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça:
Já publiquei o ´começo do Capítulo 2 do Morro.
Beijos,

o que me vier à real gana disse...

Sublime, Graça, sublime... E eu k vivo junto ao mar!

Um proveitoso 3º período tb para ti!

bj

isabel mendes ferreira disse...

bom dia m a r é....:)

preto [e] branco disse...

O mar é a fonte de prazeres onde os segredos se podem guardar ou...afogar. A sua brisa, o seu perfume e as "lágrimas" que nos salpicam o rosto, são a saudade e o sonho...
Bonitas palavras em mais um poema acompanhado de uma tranquilidade fotográfica.

bj...nho

O Profeta disse...

Um mar de anseios em onda de esmeralda verde...


Doce beijo

ângela marques disse...

não sei onde se dissolvem melhor os sonhos: se no rio se no mar...
talvez em ambos.


beijo

lupussignatus disse...

~vaga

que

nunca

é

vaga~


[agita
o mar
dentro]