No palco verdadeiro...

(foto de GMV)

Lembrei-me que, um dia, gostaria de subir contigo aquela serra que reconhece, há anos, o som dos meus passos. Levar-te-ia desde a frondosidade das gigantescas árvores por caminhos secretos e íngremes... até à aridez dos penedos cinzentos, bem lá no cume.

Mostrar-te-ia, então, esse curso de água digno e majestoso, que serpenteia quase a beijar o mar... e, bem no meio, na equidistância das margens sombrias, na sua singeleza natural, verias a verdadeira Ilha dos Amores.

Porque, quando estou a um palmo do céu, o meu pensamento é veloz como um cervo... nas minhas veias corre a água desse rio... e o meu coração tem a forma simplíssima duma ilha perdida na Natureza.

Gostaria... sem o peso do condicional.

11 comentários:

"giacomo" disse...

Graça (pode ser? ou digo GMV?),

Muitas aproximações há da definicão de amor, uma é ver o mundo como o veriam os olhos de alguém que se ama, o ver belo e transformado. Quando se está num lugar querido (um daqueles lugares que pouca gente sabe que temos, o topo da serra de X, a curva do rio Y, com os canaviais, o segundo banco do jardim Z na cidade de W), é belo pintar esse local visto pelos olhos da outra pessoa; não poder fazê-lo é... é bom, de qualquer modo, mas é tortura, também.
~~jorge

Paulo - Intemporal disse...

Em pleno sentido ascendente.

Em voo de Alma que se eleva ao quase tudo, ou a tudo até.

Em vida se celebra a vida.

pura

puríssima

Como o pensamento que é sonho de realidade que acontece aqui

n
o

c
a
n
t
o

t
e
u

_____________________ Beijo, Graça.

[Boa Noite]

Paulo - Intemporal disse...

e

sublime a selecção musical.

muito.

Outro, beijo.

Paulo disse...

Conheço os caminhos... sei o que sentes, quando lá de cima se olha esse coração natural, no meio do rio.

Bjos, querida amiga

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça:
Nossa, que texto lindo vc escreveu. EStou sem palavras. Amanhã volto, quando passar o impacto, "a verdadeira ILHA DOS AMORES", e comento.
Sabia que tenho mais um Blog? É o TRISTÃO E ISOLDA, onde publico pesquisas relativas ao tema que venho fazendo há anos. Hj, fiz uma postagem. Não postarei todos os dias, vou deixar o post esgotar-se.
http://tristoeisolda.blogspot.com
Beijos e apareça,
Renata

o que me vier à real gana disse...

Olá,boa noite!

Por certo irá acontecer... A força do tanto querer elimina o peso do condicional!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça:
O seu texto exala amor, não condicional, em forma de poesia. Belíssimo texto, à altura das melhores escritoras.
Querida:
Publiquei em todos os meus Blogs, menos no Galeria. Gostaria que vc fosse de novo ao Blog Tristão e Isolda, em que fiz mais dois posts. Ontem estive aqui e lhe deixei o endereço. Não custa relembrá-lo:
http://tristoeisolda.blogspot.com
No Poemas, há dois texto de Shakespeare que acho que vc vai gostar, pois um fala de sonhos e o outro é um soneto.
Apareça, dê-me uma força.
Um beijo,
Renata

PreDatado disse...

GMV, o condicional é pesadissimo.

Paola disse...

E eu digo-te, na certeza do pretérito perfeiro, que andei por aí outra vez... e tudo se cumpriu na Ilha do Amores!

Beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça:
Fiz posts em todos os meus Blogs. Estou à sua espera para que vc me dê aquela forcinha.
Um beijo,
Renata
PS: Fiz até no Galeria

O Profeta disse...

És uma formosa ilha! Plena de amor...


Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…



Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.






Mágico beijo