Ensaio pelo sorriso...


Há um avesso de mim, que nem eu entendo.
Finjo, então, que o palco é meu...
que conquistei um papel principal, nessa peça por inventar...
que não mais me esconderei nos bastidores...
... e sorrio, apenas, aos vestígios tão audíveis do silêncio, numa representação falhada.

9 comentários:

Maria disse...

Há representações em que o silêncio é o melhor aplauso.

Beijo, Graça.

Lídia Borges disse...

O papel principal é teu, por direito, nessa peça que inventas em cada texto escrito para nos encantar.


Um beijo

Pensador disse...

Graça,
O palco é seu, sim, por direito. Assim como o papel principal.
Assuma sua marcação. Diga as suas falas. Mostre-se presente.
Faça, como artista talentosa, de uma eventual falha, uma nova e sublime interpretação.
Mostre que seu talento permite-lhe superar sempre mais e mais, a tudo e a todos.
Brilhe. Porque brilhar é o seu destino!
Beijo!

Maria João disse...

Querida Graça

O palco é teu! Nele, tu representas o papel principal... o silêncio dos bastidores é a construção do teu avesso, aquele onde és e serás sempre, mais inteira. É aí que a tua vida não precisa de plateia, mnas apenas do teu sorriso, para poder brilhar!

Um beijinho muito, muito grande

BRANCAMAR disse...

Há sempre um avesso em nós e talvez esse avesso seja o lado mais autêntico, o silêncio onde tudo é dito sem representações...

Beijos e parabéns pelo que sempre trazes de interrogativo aos nossos dias.

Branca

Mar Arável disse...

O palco tem a boca aberta

e tu estás lá

a falar por gestos

Bjs

Marta disse...

Não, não há falhas...
Há expressões, palavras mudas que atingem directamente o coração...
Beijos e abraços
Marta

AnaMar (pseudónimo) disse...

Um dia, quero estar na plateia desse teatro que é teu!

Rabisco disse...

Saudades Graça!
Muitas!

Beijinhos

http://rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/