O segredo...

(O segredo - pintura de Teresa Ribeiro)

Quantas vezes, no resultado da mais pura reflexão, nos apetece uma simples confidência? Procurar um ouvido amigo e depositar, no mais fundo do outro, o que nos vai no pensamento. Um segredo! Um desataviado segredo, que, por alguma razão, ocultámos cuidadosamente. Porque não se deve dizer. Porque a sua génese reclama o ser escondido, o não ser partilhado.

Quantas vezes, as palavras queimam no desejo de serem pronunciadas, para que se tornem leves na nossa consciência. Pura ironia. Se é segredo, deve manter-se nessa condição. Guardado, ou se possível esquecido, nas profundezas da nossa memória. Isolado, para evitar contaminações indesejáveis. Opiniões, redundâncias, pareceres, conselhos... tudo viroses perigosas que urge impedir.

Umas vezes, o segredo envolve um outro. Alguém que nos confiou um desejo, uma vontade, um aspecto privado da sua tão pública vida. Deve-se velar por ele, pelo segredo, respeitando esse momento indescritível em que alguém nos fez depositário desse soprar ao ouvido.

Outras vezes, o segredo é nosso. Algo que não queremos divulgar, porque unicamente nosso. Mas a fraqueza existe, e lá vamos nós procurar um recipiente humano, na crença de que se manterá assim, a dois partilhado. Pura ilusão. O que nos moveu para a revelação do dito, será também o motor que levará a divulgá-lo a mais duas ou três pessoas, até que seja do conhecimento geral.

Um segredo. Aquilo que se deve cuidadosamente ocultar. Sei do que falo. Já fui tantas vezes o ouvido, onde se encosta uma boca que murmura a confidência. Alguns moram em mim, como se de mim fizessem parte. Outros pesam-me toneladas e lutam, no interior da minha consciência, para se libertarem. Resisto... no entanto, reconheço o quanto me desgasta o transporte de algo que não é meu.

E eu? Haverá segredos nos bastidores deste palco? Sim, mas egoisticamente não me apetece partilhá-los.

9 comentários:

Marco Rebelo disse...

boa imagem! :)

Marco Rebelo disse...

obrigado graça..se dá aulas e ta ligada ao teatro viu q talvez tenha falhado um pouco na minha postura :) foram os nervos..mas mto obrigado pelo seu comentário e voto.
bj

Paulo disse...

Gostei desta tua escolha para escreveres, os segredos. Mas pensei que fosses revelar algum:)

Boa semana e um beijo meu.
PJB

Vieira Calado disse...

Uma citação:

Toda a alma tem seu medo
o seu segredo,
que Deus lhe disse ao nascer
para ela o não dizer.

Teixeira de Pascoaes

Beijoca

Paola disse...

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...

Miguel Torga

Que os teus segredos, os meus segredos e os nossos segredos esvoacem também...

Bjos

Mesmo que Torga não faça parte dos teus segredos...

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Desculpe por não comentar. Amanhã venho aqui e comento tudo o que não comentei.
Fiquei sem PC, por isso estive ausente. Gostaria que fosse apreciar meu novo post e que conhecesse meu novo blog, que começo com a minha tradução, com notas explicativas, do primeiro soneto de Shakespeare.
http://poemasscancoes.blogspot.com
Um abraço,
Renata

sp disse...

Que dizer a cada um dos amigos que me disseram: gosto de ti - vem e fica??

Deixo este testemunho: esta luz forte e sublime.

OBRIGADO!

muito obrigado*

Nilson Barcelli disse...

És muito má... até pensei que ias mesmo revelar um segredo...
Pensei para mim: querem ver que a Graça vai dizer que já tem a avaliação pronta...?
Vivo pacificamente com muitos segredos. Fazem de mim com frequência um confidente de eleição. E não sei bem porquê...
Vivo com eles e até me esqueço deles. Não faço o mínimo esforço para não contá-los a ninguém. Já sei desde que os ouço que é assim e pronto... é simples.
Beijinhos.

Paradoxos disse...

não te vou contar...





descobre tu!
é segredo...

beijão em público!

Edu