Ensaio para empatar...


O meu palco anda perdido... no eterno adiar da vontade. Preencho, então, o vazio com outras palavras, também minhas, mas longe, muito longe de qualquer palco.


Chegarei...

Sei de um lugar longínquo
Onde os dias renascem,
Dissipando a espuma das noites
No rebentar do sonho.

Sobre os trilhos sinuosos da floresta,
Dançam silfos desenhados no ar.
Cingem regatos bem-aventurados,
Num desejo veemente
Que antecipa o eterno reencontro.

Cruzarei o fogo encantado,
Chama viva de sentimentos por escrever…
Devorarei todas as cinzas da teimosa Fénix,
Para que as palavras se renovem
À minha chegada.

Irei!

Espera-me, no lugar de sempre!
Onde a poesia nos protegerá
Do esquecimento dos deuses. 

13 comentários:

Lídia Borges disse...

Ler-"te" é sempre uma viagem feita em renovada respiração.

Tão bom ver-te de volta!

Beijo meu

BRANCAMAR disse...

Tão contente por voltares Graça!
E com uma poesia tão bonita!
Nunca os deuses te esquecerão, nem as almas sensíveis que contigo se cruzem.
Estou sem computador, mas vim espreitar hoje num outro e foi uma agradável surpresa encontrar-te.
Beijos
Branca

Unknown disse...

Graça, o nosso encontro é sempre nos espaços em branco onde a poesia traça linhas de sentires...

Carlos

Maria João disse...

Quando chegas, Graça, os deuses simplesmente festejam. E nós também!
Esquecer?
Jamais se esquece o que está no coração.

Obrigado por este poema.

Um beijo

Nilson Barcelli disse...


Espera-me, no lugar de sempre!
Onde a poesia nos protegerá
Do esquecimento dos deuses.

Tu nunca empatas... e quem ganha com os teus poemas são sempre os teus leitores.
Magnífico poema, gostei imenso.
Graça, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Emília disse...

Entrei...! E li poesia. Grata por isso, também.

Beijo
Emília

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
ecos
de
la
tarde
callada
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
GRACA

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE BAILANDO CON LOBOS, THE ARTIST, TITANIC SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA,JEAN EYRE , TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

José
Ramón...

rosa-branca disse...

Aqui estou eu e assim
Continuo à tua espera
Se chegares na primavera
Eu estarei no jardim.

Beijos com carinho

Saudades de te ler...

f@ disse...

Graça beijinhos
bom demais ler o que é teu...

Isa Lisboa disse...

É um lugar que me parece valer a pena visitar, assim como valeu a pena conhecer o teu blog!

Beijos

rosa-branca disse...

Deixo-te apenas um beijo
Mas arrisco a dizer
Que até pedi um desejo
De continuares a escrever

Por isso volto a pedir
Que voltes a ensaiar
E que deixes o sentir
Voltar a este lugar.

Beijos com carinho

O Profeta disse...

Se o mar adormecer em desvario
As ondas não mais se formarem
Se as gaivotas se perderem do ninho
As árvores mais altas tombarem

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tuas palavras deixarem de ser raiva dura


Boa semana


Doce beijo

Com ou Sem conclusões disse...

Entro aqui e sinto um cheiro agradável!
Obrigada por eu ler algo que é tão nosso!
bJO