Ensaio para um poeta...

[Luís]

Falemos desse lugar... onde as palavras se derramam, nas raízes do sentimento, onde pulsam inquietas desventuras, na quietude dos troncos rubros.

Deixemos que se acendam todos os sorrisos arrojados, no exalar dos ventos clementes. Que sejamos ramos poentes, rendidos ao som alado desse vértice onde se encerra uma alma tranquila.

Falemos apenas do lugar dos sonhos… onde se encontram todos os poetas.

28 comentários:

AC disse...

"Falemos apenas do lugar dos sonhos… onde se encontram todos os poetas."
E, se conseguires alhear-te do mundo lá fora, a configuração das coisas irromperá em harmonia...

beijo :)

Marta disse...

E nos sonhos falamos de tudo....de poemas inacabados, de versos aparentemente sem nexo, mas que lidos com alma....dizem a verdade do coração....
Beijos e abraços
Marta

Lídia Borges disse...

Um lugar onde as flautas, os pastores e os deuses têm encontro marcado, à hora dos sorrisos nascentes.

Lindo!

Que saudade de te ler!...

Um beijo

BRANCAMAR disse...

Belísimo texto Graça, perfeito!

E vem tão ao meu encontro, porque é assim que me tenho sentido por estes dias e que quero continuar, nesse estado de graça, de alma tranquila.

"Falemos apenas do lugar dos sonhos… onde se encontram todos os poetas."

E estar aqui, com as tuas palavras é sentir esses sonhos que nos habitam, é gostar de estar e querer sempre voltar.
Beijinhos
Branca

rosa-branca disse...

Um lugar onde se encontram todos os poetas e todos os sentires. Belo como tudo o que essa alma borda no sentir. Saio sempre deliciada e nunca consigo ler-te uma só vez. As tuas palavras são um bálsamo para esta alma magoada. Beijos com carinho

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

Como está?

Falemos apenas dos sonhos!

E do nosso lugar na Terra

onde florescem os sonhos!

Beijinhosss

Carlos Gonçalves disse...

Graça, na vida há encontros, desencontros, chegadas, partidas, começos, recomeços, amores, desamores... e há, também, o lugar dos sonhos, onde não é proíbido sonhar sonhos, de amores impossíveis, de paixões proíbidas!
Beijo.
Carlos

Braulio Pereira disse...

lugar celestial..
ardente desejo
no teu fogo imortal
arder num terno beijo

beijos em ti Querida!!

. intemporal . disse...

.

. porque fluir é sempre um per.curso no de.curso do sonho .

.

. e a Criação nasce aí .

.

. e do húmus profundo evocaremos as profundezas do solo .

.

. um beijo, o teu, graça .

.

São disse...

Falemos então da beleza deste teu curto mas poético texto: lindo!

A foto também é muito bonita, claro.

Um abraço apertado, minha querida.

Everson Russo disse...

Esse lugar dos sonhos existe mesmo, está no coração e na alma de cada um que sente e encanta com o amor, e consegue rabisca lo em versos em brancos papeis de sentimentos,,,um grande beijo de bom dia pra ti querida amiga...

www.olivrodosdiasdois.blogspot.com

Vivian disse...

...falemos então desta 'casa'
onde se respira a poesia,
nas asas da inspiração!

falemos da Graça, e de graça,
deste lindo coração!

delícia reencontrá-la em
meu canto.

beijokas, minha linda!

A.S. disse...

Querida Graça,

Falar desse lugar
é falar de risos e lágrimas
que o encheram.
Falar desse lugar,
é suscitar a fúria de ventos e sonhos
que se perderam
Falar desse lugar,
é desejar ser rio, força, corrente
na vontade de chegar ao seu destino
e desaguar nas mãos de um mar de gente!...

Beijos meus...
AL

Amordemadrugada disse...

Falemos pois!
regressaste!!! Graça linda!!
;)
Beijo doce amiga

E G Miranda disse...

Boa noite, Graça... Não sei se me chamaste, mas eu, por mim, não poderia deixar de vir. Parabéns por este texto - convocatória! Beijo-te:)))

Sofá Amarelo disse...

Gosto de falar e de ouvir falar desse lugar, onde os poetas derramam palavras em sorrisos arrojados...

Muitos beijinhos!!!

Cristina Fernandes disse...

Na "Terra do" Sonhos" todos os sorrisos são exalados por poetas... falemos, então dessa sensatez tranquila das palavras...
Beijo Graça!

AFRICA EM POESIA disse...

GRAÇa
minha AMIGA

É apenas...POESIA...
um beijo


SOLIDÃO


O que é afinal a solidão?
Solidão será que é estar só?
Solidão será afinal o quê?

Solidão é sentir que estou só
Mesmo só, mesmo tendo muita gente
Gente que me rodeia mas não a vejo...

E assim a solidão entrou aqui
Entrou e resolveu fazer do meu eu
A sua morada permanente.

E a solidão que é mesmo solidão
Está no meu coração e dói...
Sinto-a mesmo estando rodeada de gente

E então penso como combatê-la
Como parar esta solidão que aleija
Fecho os olhos e penso que ao acordar...

A solidão partiu para sempre
E foi procurar outro peito, outro eu
Para poder morar...

E ao sonhar
Tenho a Esperança
De não mais
Sentir a solidão...


LILI LARANJO

Maria disse...

Soberbo ensaio para um poeta!
Rendi-me à tua última frase, já por aqui mencionada. É sempre pelo sonho que vamos!

Um beijo, Graça.

so sad disse...

deixa a gente que ama a poesia tambem entrar?

beijo!

Carmo disse...

Querida Graça, falemos então do teu palco repleto de poesia.
Obrigada por regressares.

Beijinhos e bom fim de semana

lupuscanissignatus disse...

esse

lugar

existe



"Na terra dos sonhos, podes ser quem tu és,ninguém te leva a mal
Na terra dos sonhos toda a gente trata a gente toda por igual
Na terra dos sonhos não há pó nas entre linhas, ninguém se pode enganar
E abre bem os olhos,escuta bem o coração se é que queres ir para lá morar"

JORGE PALMA


*beijo e
um óptimo fim-de-semana*

Duarte disse...

Prosa que desliza com o som do verso. Que bonito!

Palavras que causam arrepios de beleza.


Um forte abraço e a minha admiração

© Piedade Araújo Sol disse...

G.

gostei logo do inicio do teu ensaio, mas, sou sincera o final está muito, muito belo.

falemos apenas do lugar dos sonhos...onde se encontram todos os poetas.

lindo!

boa semana!

beij

O Profeta disse...

...Quem sou
Nunca me encontrei na letra de uma canção
Nunca toquei duas notas seguidas em harmonia
Mas perdi-me às vezes na ilusão

Reencontrei-me com o amor
Amargura mora sempre com a razão
Um mágico nem sempre acerta
No seu golpe de mão

Mas fiz mil tentativas nesta viola
Nenhuma nota bateu-me certa
Sou um triste e patético tocador
Desta...Melodia Incompleta...

Doce beijo

Manuela Freitas disse...

Gostei muito deste texto poético fala-me de sonhos e é pelo sonho que eu ando! Como Gedeão eu também considero que o sonho faz com que o mundo pule e avançe!
Bj,
Manuela

Nilson Barcelli disse...

Não foi um ensaio que fizeste, mas um poema...
E belo, como é teu hábito.
Querida Graça, as tuas palavras têm o dom invulgar de transmitir paz ao leitor (é o que eu sinto, quando te leio).
Bom resto de semana.
Beijos, poetisa dos ensaios poéticos...

Mel de Carvalho disse...

Estive aqui, cara Graça. Sentei-me numa cadeira de tempo vago, defronte ao seu palco: lá, os seus ensaios, como lhe chama, encheram de magia cada segundo...

Vou levá-la comigo, para a minha noite, se me permite. Por lá tento, quanto posso, dar razão a Óscar Wilde: ser actora/artesã/aprendiz da palavra.

Gratidão
Mel