Ensaio pela despedida...

[Graça]


Hoje, queria escrever uma peça de despedida, ensaiar o fim, num sair de cena nostálgico, vestir as personagens com acenos disfarçadamente sentidos. Dar as "deixas" em palavras de adeus, repetidas, no silêncio, até à exaustão. E fechar o pano, no cair de uma lágrima furtiva.

Hoje, queria escrever sobre a última aula de Língua Portuguesa que os meus lindinhos me ofereceram, num palco escolar que partilhámos durante três anos. Queria saber grafar o brilho de um olhar, o calor de um sorriso, o carinho de um discurso espontâneo... Um a um, os meus alunos falaram desta caminhada pelos trilhos da língua... do início incerto e confuso; da persistência em encontrar direcções; dos passos, cada vez mais seguros, que fizeram encurtar as distâncias... Um a um, os meus lindinhos entregaram-me um poema de despedida... 'porque a Professora adora poesia', 'porque a Professora nos fez gostar de poesia'...

Hoje, queria escrever noventa minutos de emoção, no entanto, os meus dedos resistem, num mutismo premeditado, crentes que há momentos que não se escrevem... guardam-se no coração.

No final, pedi aos meus meninos que seguissem o seu caminho, que respeitassem sempre a sua língua, que fizessem das palavras a sua primeira arma, no enfrentar das dificuldades da vida, que fossem felizes, enfim...

E sorri, quando um dos meus alunos, para aligeirar o momento, finalizou a aula, do alto do seu metro e oitenta: "Professora, ao longo destes três anos, cresci consigo. Deve ser por isso que, neste momento de despedida, me sinto enorme!" [Obrigada!]


23 comentários:

Vieira Calado disse...

E assim dito,

certamente maior

se sentiu a professora!

Beijocas

Lídia Borges disse...

Querida Graça,

Há momentos que nada é mais expressivo do que um silêncio...

Beijinho carinhoso

f@ disse...

Olá Graça,

é breve a despedida e bela tb... sempre que o coração aumenta de tamanho...

...

...
ah foste pelo a r o m a... dos gatos brancos...

bom fim de semana e beijinhos

Pensador disse...

Com toda a certeza, a peça que você ajudou cada um deles a escrever em suas vidas jamais será esquecida!

Brancamar disse...

Querida Graça,

Os teus lindinhos são sempre o teu espelho...!

Fizeste-me abrir um enorme sorriso pelo sentido de humor e amor do teu menino de metro e oitenta.

Que bom que os fizeste gostar de poesia, que bom que guardas momentos únicos no coração, momentos que adivinho muito enriquecedores e cheios de ternura.

Sorri e fui mais feliz esta noite perante este quadro, porque as crianças e os jovens nos ensinam tanto, apesar de tudo o que se diz...!

Beijinhos e um bom fim de semana para ti.

Sempre amiga
Branca

Ana disse...

Momentos que serão inesquecíveis! Excelente texto, que demonstra, além de uma grande sensibilidade, como os teus meninos estiveram bem entregues nas aulas de Língua Portuguesa!
Gostei de te ver na minha encosta!
Um beijinho.

Vivian disse...

...ganhastes o céu naquelas
palavras e é claro tivestes
a sensação do dever cumprido.

felizes todos os anjos que
passaram pelas tuas mãos de
mestra guardadora!

encerrra-se um ciclo mas
a vida continua...

beijos, minha querida linda!

Carmo disse...

Querida Graça, acredite que eu, tal como o seu aluno também cresci consigo.
Obrigada Graça!

Beijinhos e bom fim de semana

. intemporal . disse...

.

. a despedida [esta] é sempre um ensaio de dentro . onde te a.dentras numa viagem profunda ao âmago onde és essência .

.

. mas,,, há tanto se renovam as despedidas,,, ? . "seja!" .

.

. a construção é agora "enorme" .

. in.alterável .

. um beijo, Graça . Senhora dos alicerces .

.

Canto da Boca disse...

"Queria saber grafar o brilho de um olhar, o calor de um sorriso, o carinho de um discurso espontâneo..."

E não já fizeste isso tantas vezes aqui para nós, tanto quanto como agora? E nem sabes do brilho, do riso e da emoção que nos causa, quando estamos aqui diante dos seus textos.

Saudemos essa natureza cíclica que é a vida! Porque assim, só assim, o tempo passa e novos, outros, mais alunos virão e terão o privilégio de compartir e aprender com uma professora como tu!

Um grande abraço!

A.S. disse...

Sinto-me enorme... :)


Beijos, querida Graça!
AL

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Oh Graça, esta fotografia tá linda, que tonalidades que a mesma tem.

Bjoo

mixtu disse...

lindo elogio...
lindo
eu com os meus 1.89 conheci na certa muita gente como tu...
jajaja

abrazo serrano

Nilson Barcelli disse...

O ambiente que descreves, acaba por ser o reflexo natural de tudo o que fizeste com eles durante os 3 anos de aulas. As coisas não acontecem por acaso. Dão trabalho, mas o investimento é largamente compensado num prazo relativamente curto e, daqui para a frente, é tudo lucro para eles.
Querida Graça, gostei de ler o que escreveste a propósito de mais este momento especial da tua vida profissional, ainda que a despedida te deva ter custado...
Beijos.

Sofá Amarelo disse...

Ser professor por vocação é como ser uma abelha, a qual transporta o pólen e o espalha pelos campos para que em todo o lado rebentem novas flores... Ser professor por vocação é sentir mágoa quando chegam ao fim as últimas aulas, sabendo que muitas daquelas andorinhas vão partir e trilhar outros voos... Ser professor por vocação é saber que se fez uma boa sementeira e que, algures, muitos outros irão beneficiar da colheita e fazer um Mundo melhor!

Parabéns por seres uma Professora por vocação!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Lindo! Como tudo o que vem de ti, querida!

Há um murmúrio na floresta,
Há uma nuvem e não há.
Há uma nuvem e nada resta
Do murmúrio que ainda está
No ar a parecer que há.
É que a saudade faz viver,
E faz ouvir, e ainda ver,
Tudo o que foi e acabará
Antes que tenha de o esquecer
Como a floresta esquece já*
Fernando Pessoa

Estou voltando, de novo, aos bocadinhos*
Muito obrigada, grande amiga Graça.
Bons Dias*
Beijos*
Renata

José Sousa disse...

Fiquei deslumbrado não só com seu blog, como também pelas suas postages, maravilha! Gostei e irei continuar a vir aqui!
Conheça os meus em:
www.congulolundo.blogspot.com
www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abração do tamanho do mundo.

Com ou Sem conclusões disse...

linda a foto.

bjo

sideny disse...

Ola Graça

Lindas estas flores

Venho desejar um bom fim de semana

E deixar um beijinho

Rabisco disse...

As despedidas são sempre difíceis...Afogam-nos a alma na saudade que começa aí...
Mas o orgulho, o teu orgulho deve estar em crescendo...
Parabéns pela professora que pareces ser...

Beijinhos

margusta disse...

Querida Graça,

...quando dizes ,

"Hoje, queria escrever noventa minutos de emoção, no entanto, os meus dedos resistem, num mutismo premeditado, crentes que há momentos que não se escrevem... guardam-se no coração"

...imagino as emoções vividas nesse teu coração , sempre cheio de doçura .

As despedidas nunca são fáceis , e muito menos para pessoas com a tua sensibilidade.

Tenho a certeza que os teus alunos, nunca te esquecerão, e que foi um privilégio para eles, cruzar contigo nas suas vidas.

Um beijo de carinho para ti amiga.
Margusta

AnaMar (pseudónimo) disse...

Eu que deixei as palavras pelo caminho, apenas te digo: gostava de ser tua aluna ;-)


(Voltarei quando tiver encontrado as palavras que me faltam agora...)

1001 beijos

Braulio Pereira disse...

essa flor
de cor ardente
dá-me o teu calor
olho-te docemente


beijos querida amiga Graça


doce verâo!!