Ensaio incompleto [e simples...]

[Luís]


Há palavras que não quero escrever.

Porque, ironicamente, espelham o texto que sou. Porque inferem o meu pensar. Porque sintacticamente moldam o meu sentir.

Nesta noite silenciosa, pintada da cor que gosto, molhada pela chuva que me encanta, há palavras que me fogem... e eu só penso que não me apetece correr.

Amanhã, talvez as procure... e as guarde dentro de mim. Mas não as escreverei.

49 comentários:

amordemadrugada disse...

Bonito Graça
Só não gosto muito da parte da chuva ;)
Mas só pk apanhei cá uma molha hoje..lol
lindíssimas palavras
beso

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amiga!
Aprecio realmente seus ensaios
Por que sempre escrever?
Gosto de "Amanhã, talvez as procure...
"as guarde dentro de mim"
Beijos amanhã talvez eu refaça
Obrigada por tudo
Seu ensaio é belíssimo, Graça
Beijos e Boa Noite sempre, Renata

AnaMar (pseudónimo) disse...

As que escreveste (mesmo sem querer)dizem tanto...
Por exemplo, que és uma guardiã de palavras por inventar.
Que o sentir sem pensar é um estado de felicidade, em que a alma se eleva, no silêncio com que rompes a(s) noite(s).
Que, se não te apetece correr (eu por acso detesto)abranda o ritmo e com as palvras (as outras, que não queres escrever) junto ao peito, atravessa o poema que parece ser o teu sorriso.
Um beijo.

Whispers disse...

Querida Graça
Por vezes mesmo sem as dizer as palavras dizem por si
Existem palavras que se devem guardar, esconder e só ouvir no nosso intimo, porque São palavras que São só nossas.

Que a noite te seja agradável e o sono seja de criança.
Mil beijos com carinho
Rachel

José Carlos Brandão disse...

Olá, Graça! Comungo com as suas preocupações. As benditas, as maravilhosas palavras - mas às vezes há que calar.
É apreciso escrever para que existam. Mas é preciso que existam? Há também os eflúvios da noite a nos seduzir.
Vivamos a noite e seus mistérios.
Um beijo, amiga.

São disse...

Minha linda, a única parte que me não agrada muito é a da chuva, que me aborrece.

E a fotografia está um encanto.

Beijinhos.

Adolfo Payés disse...

Bello disfrutar tus post.. en este mundo de palabras que acarician el alma..

Un beso


Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos

Carlos Gonçalves disse...

Graça, há dias uma amiga mandou-me uma mensagem que dizia:
'...se fosse escrever agora tudo
aquilo que sei, deixaria a folha
em branco.'
Com algumas nuances, esta frase aplica-se a este teu texto, que me encantou, como sempre!
De qualquer modo, uma coisa te digo, é mais fácil dizer coisas - palavras leva-as o vento -, do que assumir a escrita, normalmente uma marca indelével do nosso ser, de um momento, de um estado de alma...

Um beijo doce, para ti.

Carlos

Marta disse...

Há sempre palavras que pensamos e nunca escreveremos.
Vivem no mais secreto dos jardins....a nossa raiz que faz com que mesmo dizendo que não serão escritas, viverão noutras que escrevemos...
Lindo....como sempre...
Beijos e abraços
Marta

. intemporal . disse...

. há palavras e há momentos .


. há alentos e há des.alentos .


. há talentos .


. fico,,, a re.lembrar "Depeche Mode" .

. há tanto, tanto . aqui .

. o teu beijo de hoje, querida Graça .



. grat.íssimo .

. paulo .

Anónimo disse...

.... porque há palavras sempre escorrentes....


mesmo que as não pronunciemos.....ficam. como vagas. subterrâneas....

.

e escutam-se.


(obrigada G)



imf

lupussignatus disse...

a gramática

do

silêncio



[tão viva]



*boa semana,
Graça*

sideny disse...

Graça

Muito bonita a foto.

E as palavras.

beijinhos

Lídia Borges disse...

Entendo, de forma tão clara as palavras que não escreves. E, nem sei dizer porquê. Talvez porque, também eu, procure as palavras que me fogem, como o pastor procura as ovelhas tresmalhadas.

Um beijo

Marcelo Novaes disse...

Enquanto te (d)escreves, te esculpes.



Beijos,






Marcelo.

Emilia disse...

Por vezes a força do silêncio vale por inúmeras palavras que, revoltando-se à mordaça, invariavelmente se revelam.

Beijo "sem palavras"

Emília

Madalena disse...

só procurando aquilo que nos assusta é que podemos ultrapassar! :))

beijinho*

Braulio Pereira disse...

silencio que te dei..
palavras mudas nem sei..
magia senti
:)*

beijo-te..

Mar Arável disse...

A poesia

diz tanto àcerca das palavras

que nao se dizem

Paulo disse...

Querida, não queres escrever palavras que moldam o teu sentir? Guardar os sentimentos é bom, mas por vezes também o é cantá-los ao mundo. Como os "Depeche" fazem neste espaço de ti (gostaste??).

Um beijo magnífico,minha querida Graça, para aligeirar a tristeza que senti neste teu "não".

Teu sempre amigo,

PJB

JotaSP disse...

Querida Graça:

Deixo-te esta flor assim____________________________


Um beijinho e obrigado pela simpatia «««

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

"we won't say goodbye, because true love never dies"__________ Sem dúvida, lindo!"

Como não gostar da amiga cujos gostos são parelhos?
Gostei que tenha visto positividade
Bom ter alguém que nos compreenda
Muito obrigada beijos e bons dias sempre
Renata

Brancamar disse...

É tão simples quanto este ensaio encontrar-te nas palavras por dizer...

Um beijo silencioso, Graça.
Branca

A Magia da Noite disse...

é nas palavras não faladas, não escritas que guardamos a alma não mostrada, não apresentada.

Amordemadrugada disse...

Bom dia Graça

Nesta manhã fria, envio-te um poukito do meu calor!
Eu nem sei se acredito no destino...! nem sei se acredito em alguma coisa ;)
Fases!
Besito e muita luz, lindona

Paola disse...

Por vezes, minha amiga, há palavras que não podem ser ditas... São seiva que nos alimenta a raiz... que se calam no segredo da noite... e o nosso corpo é um cofre de palavras de todas as cores... Não digas, não. Mas escreve a míngua de outras tantas palavras.

Beijo abraçado.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Graça, amiga!
Obrigada pelo comentário silente. Compreendi a mensagem. Não falo por mim mas por todos/todas.
Beijos flores (outras ou não) bons e melhores dias sempre!

Anónimo disse...

À sombra dos teus lábios
as palavras suspendem-se
em murmúrio.
No seu vago rumor,
embuçadas nos poemas,
quase prometem o sabor dos segredos.

Porém, rebeldes e íntimas,
as palavras sobem ao longo dos teus olhos.
Por isso me perco no prazer do teu olhar,
onde encontro as raízes das palavras por dizer,
muitas que não escreveste e eu adivinhei,
muitas que sonhaste e eu amei…

Pensador disse...

É esforço tolo fugir das palavras. Todas elas nos definem.
Hoje você foge de escrever palavras que sabe que refletem o seu ser. Amanhã, elas estarão na ponta dos seus dedos. Talvez não com as mesmas letras, mas disfarçadas em outras tantas, de igual significado.
Nem mesmo um personagem nesta peça teatral nos isenta de nos apresentarmos totalmente à nossa platéia. Porque os personagens, em última análise, somos nós mesmos.

▒▓█► JOTA ENE disse...

Bonitas palavras numa foto esplendida

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Estou por aqui dando uma espiada.
Muito obrigada por sua visita e por palavras tão carinhosas para com o meu trabalho.Seus comentários sempre colorem o meu espaço e enchem o meu coração de alegria.
Volte mais vezes, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Hoje eu trago a VERDADEIRA FACE DA LUA-DE-MEL.
Saudações florestais
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Estou por aqui dando uma espiada.
Muito obrigada por sua visita e por palavras tão carinhosas para com o meu trabalho.Seus comentários sempre colorem o meu espaço e enchem o meu coração de alegria.
Volte mais vezes, FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Hoje eu trago a VERDADEIRA FACE DA LUA-DE-MEL.
Saudações florestais
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Luis F disse...

Amiga sempre a apresentar os meus livros, tem de ser...

Agradeço a tua visita ao meu espaço e para mim é sempre muito bom encontrar algo neste teu canto.

Parabéns pelo teu mundo

Bjs
Luis

ઇ‍ઉ Cyss disse...

oi!

sou nova por aqui e estou passando
prá conhecer o seu blog...

uma ótima noite de quintaaa!!

até... ;)

Daniel Costa disse...

Graça

Palavras para ensaio ou um pensamento? Sendo do tipo meditativo elas apelaram à imaginação.

Beijos
Daniel

Paulo disse...

Querida, um bom fim-de-semana. Agora ao reler as tuas últimas palavras, fiquei a pensar se aquele "mas não as escreverei" queria dizer alguma coisa. Tenho saudades tuas :)


Um beijo magnífico, Graça.


PJB

Everson Russo disse...

Um lindo final de semana pra ti querida,,,,muito carinho e paz...beijos

Nilson Barcelli disse...

Se soubessas quantas vezes me acontece mais ou menos o mesmo.
Com uma pequena diferença: eu quero dizê-las, mas não consigo.
Parece simples, mas não é, porque são tantas as coisas que tenho para dizer, muitas delas até contraditórias, que se atropelam e anulam. E digo a mim mesmo: amanhã, vou procurá-las. Se as encontrar, não as guardo. Digo-as mesmo. Até lá, vou sofrendo, mas os estragos são controlados, admissíveis e reparáveis.
Querida Graça, desejo-te um óptimo fim de semana.
Beijos.

Carlos Gonçalves disse...

Graça, eu vou escrevendo aquilo que sinto, mesmo estados de alma!
Neste momento, escrevo apenas, o desejo de que tenhas um fim de semana feliz.

Um beijo de carinho, para ti, meu bem.

Carlos

Laurita disse...

Olá querida Graça, passei para te desejar também um optimo fim de semana. Beijócas

sideny disse...

Desejo .lhe um bom fim de semana.

beijinhos

Braulio Pereira disse...

querida. amiga..

vim aqui és flor do meu jardim.

vi no teu olhar..

frenesim..

Amor...

perfume de mar.

és assim

optimo fim de semana


beijos querida..

Vivian disse...

...tens razão querida linda!

palavras às vezes soam obsoletas
diante de imagens captadas no
silêncio da alma.

e de mais a mais,
não somos nós que dizemos
as palvras.
são elas que nos dizem...

deixo beijo calorento,
e votos de um lindo
e calmo domingo.

Lídia Borges disse...

Graça, se puderes passa nas searas. Tem lá uma "gracinha" para ti.

Que se há-de fazer?

Um beijo

Brancamar disse...

Querida Graça,

Volto para te deixar beijinhos com votos de Bom Domingo.

Branca

AFRICA EM POESIA disse...

GRAÇA



obrigada pela visita...
estou a melhorar...
hoje partilho um sorriso diferente...
está a ser um Dia dos mais felizes.
hoje aqui em casa houve...NATAL...


beijos

ângela marques disse...

e passo eu por aqui "à vol d'oiseau" para deixar um beijo e um obrigada pela tua presença.


beijo

Ianê Mello disse...

Belo e inspirador ensaio poético.

Gostei muito de tua foram de escrever.

Esculpes as palavras com tua alma.

Te sigo e gostaria que viesses conhecer meus labirintos.

http://labirintosdaalma.blogspot.com

Aguardo sua visita.

Beijos

Ianê Mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.