Despi-me [no "foyer"]...

[Graça]

Neste palco de mim, a cada subida de pano, nasce um ensaio que me revela, gera-se um intervalo que espelha o meu sentir. No entanto, hoje, decidi não passar do foyer. Não entrei no Teatrices, escondi a encenadora, despi-me de figurações da linguagem e resolvi ser "eu".

Fui desafiada pela Lídia a falar um pouco de mim, em cinco revelações, já o tinha sido pelo Henrique... então, antes que comece a parecer incorrecta, [e apesar de não ter o hábito de responder a estes desafios], resolvi ser o mais objectiva [e egocêntrica] possível. Deixo um pouco de mim... sem representações.

EU JÁ TIVE... vontade de fechar este "palco". A escrita sempre foi para mim uma necessidade, uma forma simples de aclarar as minhas ideias, de arrumar os meus pensamentos, de olhar os meus sentires. Mas há momentos na minha vida em que a necessidade não surge. Aí olho para o meu Teatrices, sinto-o vazio, abandonado... e escrevo, só por isso. Para preencher o espaço.

EU NUNCA... me arrependi de, num dia longínquo da década de oitenta, contra a vontade de todos os que amo, ter decidido ser Professora. Adoro a essência da minha profissão, apesar das turbulências que a assolam, à vontade dos sucessivos governos.

EU SEI... que quero aprender algo novo a cada dia. Numa palavra, num gesto, num sorriso, num olhar... Gosto de aprender, tanto como de ensinar.

EU QUERO... continuar a ser feliz, cada dia, todos os dias.

EU SONHO... pouco, muito pouco! Aliás, as minhas insónias pouco me deixam dormir, reduziram os meus sonhos a quase nada. Mas, se o sonho é um desejo de futuro, então eu sonho acabar os meus dias, respirando o verde do meu saudoso e distante Minho, olhando a assimetria dos montes que rodeiam a minha casa, sentindo o céu estrelado como um elmo de existência, ouvindo o rio a correr, no fundo do vale...
_________________________________

Brevemente, levantar-se-á o pano, para um novo ensaio. Boa semana para todos os que me lêem.

42 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Graça!
Mostrou-se Linda!

"EU NUNCA... me arrependi de, num dia longínquo da década de oitenta, contra a vontade de todos os que amo, ter decidido ser Professora. Adoro a essência da minha profissão, apesar das turbulências que a assolam, à vontade dos sucessivos governos.

EU SEI... que quero aprender algo novo a cada dia. Numa palavra, num gesto, num sorriso, num olhar... Gosto de aprender, tanto como de ensinar.

EU QUERO... continuar a ser feliz, cada dia, todos os dias"

Beijos sempre
Vamos jantar
Até já
Somos Felizes :)))
Renata

Vivian disse...

..."EU QUERO... continuar a ser feliz, cada dia, todos os dias.

e assim será, porque tu
é linda!

bjuuu, querida!

Lídia Borges disse...

És tu, sim! A Graça que já conhecia. A Graça do "Teatrices", linda, cheia de uma tocante humildade, sem farsas...

Continua a ser feliz, todos os dias!

Um beijo

Paulo disse...

Mesmo sem "figurações da linguagem" és linda! Continua a ser feliz, porque deves merecer cada um desses dias felizes. Gostei do teu "sonho", aqui no meu Minho.

Minha querida, um beijo magnífico na tua alma despida :).

PJB

AFRICA EM POESIA disse...

GRAÇA
Senti saudades

Minha amiga
O regressar a casa é felicidade.
Sentir o vosso apoio ainda melhor.
Começo a escrever devagar mas depressa vou estar a 100% tenho certeza
Para ti o meu carinho

o que me vier à real gana disse...

Olá Graça!

Mesmo sem antes te "despires", já vislumbrava algo da tua "nudez". Verdade! A ordem existe mesmo no caos; a coerência encontra-se mesmo na barafunda do dispar.
Mesmo quando só se inventa, que é o que eu, por exemplo, quase sempre faço, não se consegue alijar por completo idiossincrasias.
Daí, não leves a mal o atrevimento eheheh!, eu já te conhecer um bocadinho... e se calhar tu a mim... E, já agora, do k conheço... de ti, gosto eheh!

PS Escola? Optei por ela na década de 90. Gostava muito, muito mesmo! Ainda gosto, mas, de momento, pouco, pouco mesmo!

Bjs

Daniel Costa disse...

Graça

A ensinar pode aprender-se muito, por isso a profissão de ensino é gratificante. Imagino quem ama a profissão ter de saber sempre mais, ter de se documentar para se renovar.
Beijos
Daniel

Braulio Pereira disse...

teu coraçao quente..
alegra a alma da gente..

és mulher Amor, Paixao..

eu ao ler.

canto esta cançao..


beijos poeticos ternura..

Whispers disse...

Querida Graça!
Não foi preciso te despires para te conhecer a alma.
A vida se faz aprendendo, caindo e se levantando.
Arrependimentos São para fracos, e no teu palco não tens tempo de seres frágil.
Que todos os dias seja um novo ensaio,de paz, amor e felicidade
Mil beijos
Rachel

Maria Emília disse...

Obrigada Graça, por não teres entrado em cena e te mostrares tal qual és. Assim, tivemos oportunidade para ficar a conhecer um pouco mais de ti. Já sabíamos que escrevias muito bem e hoje mais uma vez e cada vez melhor, revelaste-te.
Um grande beijinho,
Maria Emília

José Carlos Brandão disse...

Graça, o grande escritor brasileiro Guimarães Rosa disse: "Mestre é quem de repente aprende." Não sei se entendi logo, de pronto, essa frase. Talvez depois de me aposentar. Mas a deixo para você.
A poesia é uma iluminação. O magistério também. Deus nos abençoe.
Um beijo.

Ah, você disse que não ia vestir a máscara, falar de si uma vez. Difícil, não? Sempre representamos e sempre falamos de nós. Você já o vinha fazendo...

Jorge Vieira Cardoso disse...

o verde resalva a simplicidade com que a vida deve ser vivida, na aapreciação do momento elevo o clima mental ao caminhante do teu céu e curvo o meu olhar em sorriso domesticado pela naturalidade que as palavras conferem o querer, para dizer é natrural saber amar e quem sabe sobreviver...

beijo imensamente terno...

Braulio Pereira disse...

teu olhar é caricia para mim..

tenho o céu de ti..

beijos da noite minha querida..

Mar Arável disse...

Um rio de águas transparentes

uma escola de virtudes

vivificado também por quem a lê


Bjs

Isabel disse...

abraço-A.



. assim. do fundo da casa da ternura.



imf.

Brancamar disse...

Olá Graça,

Tenho o mesmo desafio para responder, também da Lídia e da Sâo, mas prometo que não copio e que sairá para breve.
Seria impossível copiar, aqui és mesmo TU, mas tão tu quanto és nos ensaios, onde a alma sempre transparece e se desnuda por tràs dos metaforismos da peça. E quanto a acabar os dias respirando os ares do Minho, eu também não me importava nada.
Quem sabe nos encontraremos nesses dias de uma idade em que teremos muito para contar:).
Beijinhos.
Branca

f@ disse...

Olá Graça,

Para preencher o nosso espaço…para ®e v e l a r ensaios que até os “Deuses” ignoram
Sussuros e olhares…
Tb já tive vontade… mas fica distante da meta…

NUNCA te arrependas…

Eu SEI que tu sabes aprender e ensinar.. sente-se aqui…

O TEU SONHO de ©éu estrelado verde corre no rio.. extasia os montes escorre no pano todas as vezes que ensaias…
NUNCA CAI O PANO DOS SONHOS…

!nfinito beijinho

Naty e Carlos disse...

Ola adorei passar por aqui
Uma boa semana
Bjs

Amordemadrugada disse...

olá Gira!
Desafio pra tu, no meu blogue
;)
beso

Carlos Gonçalves disse...

Graça, na imagem do diáfano véu, uma brisa no desnudar do teu ser!

Um doce beijo, para ti!

Carlos

São disse...

Gostei de te ficar a conhecer mais um pouco.

Gostei de confirmar aquilo que de que me tenho apercebido ao vir aqui: a tua paixão pela tua profissão.

Um abraço, colega!

APC disse...

Li e, quase estive para não comentar, de tal forma me pareceu uma confissão. E essa são feitas em surdina. para nós.
Beijinhos.

Pensador disse...

E quando cai o pano, deixa de existir o personagem. Neste momento, desnudado o ator, revela-se a verdade: Não existe personagem sem ator, mas também não existe o ator sem o personagem.
Deixando de lado o palco e desnudando-se no foyer, você mostrou o que eu já sabia: Que no palco do Teatrices eu posso encontrar sempre a essência da mulher guerreira que se chama Graça.
Um beijo!

Nilson Barcelli disse...

Não há grande diferença, para não dizer nenhuma, entre esta Graça e a Graça de todos os outros posts.
No fundo, tudo o que aqui dizes é um dos resumos possíveis que facilmente se podem deduzir de todo o teu blogue, já que a tua transparência é uma quase constante.
E eu tenho má memória...
Querida Graça, uma noite boa para ti (espero que nesta não tenhas insónia...).
Beijos.

. intemporal . disse...

. EU JÁ TIVE vontade de fechar este "palco" mas EU NUNCA o faria, tão somente ou a.penas porque EU SEI e EU QUERO que este percurso seja o reflexo daquilo que EU SONHO um dia ser a realidade plausível da essência ao peito .

. o teu beijo de hoje, querida Graça .




. paulo .

MCampos disse...

Graça, estive a ler os seus últimos ensaios e intervalos, e este último é a confirmação de que, vestida ou despida, consegue ser uma pessoa linda. Já tinha saudades de a ler, confesso. Quanto à vontade de fechar o 'palco' espero que não volte, pois é um prazer imenso ler as suas prosas sempre poéticas.

(Estive ausente, como reparou e agradeço-lhe tanto as palavras que me deixou.)

Um abraço e um beijo.

margusta disse...

Querida Graça, o que nos mostras de ti, está escrito no teu olhar e advinha-se nas palavras que nos deixas.

Também sou minhota , vim para cá ainda criança,e sonho em terminar lá um dia o resto dos meus dias...embora agora me sinta também muito "presa" ao mar...

Beijo de carinho,
Margusta

Sandokan disse...

Anda, amor; dá-me a tua mão!
Passemos a ponte e vamos à fonte
da devoção.

O sol vai a monte!
Passemos a ponte!
Dá-me a tua mão...sente o coração!

É lindo o passeio
Deste nosso enleio.
Saltemos! Corramos!
Vamos pelas margens, nas nossas viagens!

Nas margens do lago, onde agora estamos,
É o teu afago, que diz onde vamos.

O lago é o poiso do cavalo alado...
Sinto-me voar, nesse teu olhar!

Não posso fugir! Não quero cair!
Tu estás a zelar, p´ra me proteger...

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Amiga, continua passarei aqui para ver um pouco da tua "nudez", rs

Bjosssss

AnaMar (pseudónimo) disse...

A nudez que te adivinhava, sem me aperceber das vestes que envergavas.

O ser que és , na grandeza da alma, despida com ternura.
Um beijo e obrigada por te teres revelado mais um pouco :-)

(Estejas ou não em palco, vou aplaudir-te sempre :-))

sou...serei? disse...

É fácil de te conhecer sempre que se lê a "necessidade" da tua escrita e o belo que nela revelas.

Não te será negado nem difícil, oferecerem-te o teu "querer"... a Felicidade num dia, todos os dias.

bj...nho

APC disse...

Penso que para a semana já está nas livrarias, Graça. Avisar-te-ei. Beijinhos e muito obrigado por teres passado

lupussignatus disse...

desfolhar

a árvore

que

somos



*beijo*

margusta disse...

Querida Graça,
...muito OBRIGADA pelo carinho das tuas palavras. Muito Obrigada por gostares daquilo que faço.

Beijinho de boa noite,
com carinho,

Margusta

Braulio Pereira disse...

tu és linda..
nasce o dia..
és lirica.
mulher

divina.

vim ao teu cantinho...

para desejar.te um optimo fim de semana.

beijos querida ;)*

sideny disse...

Graça

Venho deixar um beijinho, e desejar um bom fim de semana.

Gostei de conhecer um pouco de si.

beijinhos

. intemporal . disse...

. querida Graça,,, .

. venho deixar.TE o teu beijo de todos os dias e o desejo de um bom fim de semana .

. sempre,,, .



. paulo .

Sofá Amarelo disse...

Não damos pelos sonhos mas no fundo eles estão lá... à espera que os palcos da vida - os vários palcos - se conjuguem todos e nos conduzam aos... sonhos!!!

Laurita disse...

Olá Graça, gostei desse desafio, pois acho-a transparente. Achei lindo. Beijócas

Fechar o palco-nunca
Ser feliz-sempre
Ensinar-Força
No Minho- assim seja se é esse o desejo.
Ser quem é-sempre, não mude. Beijócas com muito carinho

Whispers disse...

Querida Graça.
Venho te desejar um feliz e encantado fim de semana.que tenhas tudo de bom que uma menina linda tem direito
Mil beijos com carinho em teu coracao de ouro
Rachel

Marta disse...

Às vezes, também tenho vontade de fechar o Minha Página...
Gostei de saber um pouco mais sobre ti...e sonhas, pois em cada um dos teus posts revelas o que te vai na alma e no coração...
Bom fim de semana
Beijos e abraços
Marta

P.S.: Espero que não te importes, mas "linkei-te"....

AFRICA EM POESIA disse...

GRAÇA

A altura foi má mas eu consigo sempre... mesmo debilitada...
O meu Livro
MAGIA DE NATAL está quase pronto.
Conto fazer o lançamento no próximo sábado.
É mais um sonho concretizado

ACHADOS


Pedras e pedrinhas...
Encontro no meu caminho...


Pérolas e diamantes...
Encontro nas vitrinas...


Ostras e ostrinhas...
Encontro junto à praia...


E, não encontro...
O que procuro...


Mas... vou procurar...
Porque sei que vou achar...


LILI LARANJO