Ensaio sobre a partida...

[Graça]


Quando entrou no camarim, sentia-se vazia. Destituída de si. Era sempre assim, no final de mais uma temporada.

Sentou-se em frente ao espelho e começou a limpar a personagem. Lentamente. Cansada. A peça, que durante um ano representara, era um monólogo exigente. Fixou o olhar no reflexo da sua boca. Percebeu que as suas palavras tinham desertado, fatigadas de tanto serem ditas e reditas, sem o almejado retorno. Mas era peça de actriz única! Assumidamente, um solilóquio. Só o carinho do público a fizera estar todo aquele tempo em cena. E arrumou-o na saudade.

Esfregou energicamente os últimos vestígios da máscara que se apoderara da sua pessoa. Só então reparou na flor que alguém deixara sobre a mesa. A única que gostava. Levantou-se e espreitou o cartão. Sem assinatura. "O teu lugar é aqui!". Sorriu. Conhecia as palavras. Sabia o caminho. Pegou na flor, apagou as luzes, fechou a porta devagar... e partiu.


[Boas férias.]

50 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Difícil não confundir o "eu profundo" com o outro "eu".
Está da partida, minha amiga atriz?
Sai assim de cena? Sem deixar bilhete, recado, ou coisa que o valha?
Vou morrer de saudades.
Beijos, querida,
Renata

Lídia Borges disse...

É importante que, de vez enquando, possamos limpar a personagem e ver o que está por detrás dela.
Se, de cada camarim por que passamos, trouxermos uma flor é certo que o nosso lugar é (também) ali e que ali deixamos também um pouco de nós.


Um beijo, Graça!

Paulo disse...

Breve narrativa, com tanto de ti! Que não demores a voltar. Já tenho saudades de te dar carinho :).

Minha querida,
um beijo florido de hortênsias, a tua flor?


PJB

Vivian disse...

...Graça minha linda,
quantos monólogos travamos
durante a vida,
neste palco de solidão?

amei a imagem desta
hortência de azul
intenso.

hortência, ou violeta?

muahhhhh

f@ disse...

Olá Graça,

De tantas vezes representar cai o pano do rosto e fica a pele macia e o sorriso delicado…
Os dedos a tocar o coração aquecido das repetições e do bater compassado…

Imenso beijinho

Carlos Gonçalves disse...

Graça, gostas de poesia... tu dizes palavras com poesia!

É um prazer ler-te.

Beijo.

Carlos Gonçalves

Lídia Borges disse...

Não queria, [nãoquero]entender estes textos teus como uma despedida!
Porque me fazes falta.
O que escreves completa [em mim] o meu dizer sempre incompleto.
Fica!

Um beijo

MCampos disse...

A imagem das palavras a desertarem é muito interessante. Como se de um acto de rebeldia se tratasse. Até o seu texto de despedida surge carregado de sentimento e poesia. Graça, espero que a partida seja para as férias tão esperadas. Porque o seu lugar é aqui. E deixo-lhe também uma flor, para retribuir o seu carinho.

Um abraço.

Régis Castro disse...

Sabes qe não pode ir... Minha Querida... Podes até tirar férias, mas não partir...

É sempre bom olhar pra dentro de si mesmo e notar que por trás de todas as nossas mascaras metafóricas a uma pessoa de verdade e que não usa mascaras...

Sabes o quanto te adoro minha querida???

Régis Castro disse...

Sabes qe não pode ir... Minha Querida... Podes até tirar férias, mas não partir...

É sempre bom olhar pra dentro de si mesmo e notar que por trás de todas as nossas mascaras metafóricas a uma pessoa de verdade e que não usa mascaras...

Sabes o quanto te adoro minha querida???

Paulo disse...

na incerteza da missão cumprida sem que o Eu se cumpra ou chegue a cumprir

na relação da pele que tatua o rosto da saudade numa nostalgia agridoce da passagem do tempo

"

fixou o olhar no reflexo da sua boca

"

e na saudade permanece a impossibilidade de esquecer

tão somente ou apenas porque foi a arte que no palco acrescentou os dias ao profundo da terra

enquanto peça
que passa
ao ficar

. o teu beijo de boa noite, querida Graça .

. uma boa semana .

[a foto está bel.íssima ,,, bem a minha "cara" :)]

Whispers disse...

Querida Graca!
Por vezes sabe bem, levantar,pegar a Rosa que tanto gostamos e caminhar.
Sao bonitas as tuas palavras....alias como sempre.
Desejo que tenhas uma semana maravilhosa, e que estejas sim enjoying as tuas Ferias,porque sao sempre bem mercidas
Um beijinho bem grande com carinho
Rachel

A Magia da Noite disse...

a vida é um palco onde nem sempre o actor gosta de actuar. Partir é deixar o público só e esquecer-se da luzes da ribalta, nem que seja por um instante. Partir é também deixar de sonhar, que somos outro alguém, que não somos quem queremos ser.

Babi M.S. disse...

Máscara(da)

me sou, entre minhas próprias paredes
imaginarias e mediocres,
o reflexo frouxo e flébil
do caótico camarim

sou sob a luz do palco
inteira de soberbos sorrisos
e sutis sinfonias
sou inteira simpatia

sou a máscara elegante
e eloquente, fina,
que num talvez
que
bra
e
resta-me.


então me mostre seus poemas, pra que seu sonhos sejam meus também!!!!ddeixe-me ver as letras doceis que fizeram de ti tão grande!!

smack!!!!

Nilson Barcelli disse...

Querida Graça, boas férias.
E carrega bem as baterias para a nova temporada que aí vem...
Beijo.

Paola disse...

["O teu lugar é aqui!". Sorriu. Conhecia as palavras. Sabia o caminho. Pegou na flor, apagou as luzes, fechou a porta devagar... e partiu.]

Eu sei que estás aqui... sem que saiba exactamente o lugar...

Beijo. Abraçado. Assim

isabel mendes ferreira disse...

um abraço.


sem partidas.


inteiro. antes. como sempre .


um palco cheio de flores.

Sofá Amarelo disse...

Um dos textos mais bonitos que já li na net nos últimos... vou 'arrumá-lo na saudade..."

Muitos beijinhos!!!

AFRICA EM POESIA disse...

Depois do meu poema cansaço deixo este do meu livro"Salpicos de cá e de lá"...pag 50 e contra capa é para fazer uma pequena reflexão...

MININO"


Minino...Minino preto...
Minino de rua...
Minino roto...
Minino que brinca...
Na água do charco...
Minino que às vezes...
Tem fome...

Mas...
Minino que ri...
porque...
Tem beijo...
Tem amor...
Tem...
Pai e Mãe...Ali...
E fica a pensar...

Eu...
Minino preto...
Tem pouco...
Mas...
Tem muito...
Eu "sabe" rir...
Olho...
Ali...

O branco...
Que corre...
Que não pára...
Para ter muito...
Mas...
Que não ri...
Não sabe rir...
E tem...tudo...
Eu...

Minino preto
não tenho nada...
Mas tenho tudo...
Fecho os olhos...
E espero "ficà" grande...
Mas quero ...
Continuar a rir..
E ter...
O mundo...
Dentro da mão...


LILI LARANJO

sideny disse...

Graça


Lindas flores.

Beijo

Brancamar disse...

Querida Graça,

Como sempre este texto é magnífico!
Tocou-me imenso, pela beleza e intensidade com que nos transmite os sentimentos para além do palco.
O público parte e por tràs do pano há mais vida, uma outra vida que só o actor sente, na seu espaço solitário...intensamente, como ninguém.
Beijinhos
Branca

A.S. disse...

Craça...

Os deuses não têm sombra. Mas ás vezes, escondem-se na fugitiva luz que ilumina a cena. Ás vezes precisam de um eclipse parcial para regenerar a divindade!
Depois... irrompem plenos e intensos em gloriosa noite!...

Deixo-te beijos... Graça!

Brancamar disse...

Graça,

Roubei descaradamente uma flôr daqui para pôr lá no meu jardim, vê se gostas, se não gostares eu troco. Aquelas azálias são iguaizinhas às minhas, :), tão lindas!
Beijinhos

Braulio Pereira disse...

olá graça

vai mas volta,,

boas ferias ,

cuida-te muito.

beijos

Emília disse...

No silêncio do momento introspectivo é bom sentir que "fizémos bem". Terrível é aceitarmos os falhanços quando cai o pano pela última vez.
Na vida, também é preciso saber retirar a tempo porque além tempo, tudo parece falar e inventar-se em retrocesso (extemporaneidades com sabor a derrota).
Fica, enquanto o teu lugar for aqui. Fica enquanto tempo... e receberás sempre uma flor.

Um beijo por cada pétala.

Emília

Paulo disse...

Vim dar-te mais um carinho :) minha querida. E ouvir este música magnífica.

Beijos, deste lugar que te espera.

A.S. disse...

Graça... vim reler-te e deixar-te um beijo!

Bom resto de semana...

Braulio Pereira disse...

graça....
estou feliz pela tua visita.

obrigado

beijos..

AFRICA EM POESIA disse...

GRAÇA

Como falar de Amor nunca é demais deixo umas linhas...



A tua carta de ...AMOR.


A tua carta de amor...
É mesmo...carta...
Carta...
De pensamentos...
cruzados e ditados...
Que se juntam...
Se ligam...
E tentam...
Ser mesmo...
Carta de Amor...


LILI LARANJO

Mar Arável disse...

Vergo-me

perante tanta entrega


e se me permite

ofereço-lhe todos os azuis

do meu mar

Maria Emília disse...

Quantas vezes uma simples gesto, uma singela flor chega para nos animar.
Um beijinho,
Maria Emília

Vieira Calado disse...

Boas férias também, para a menina!

Beijinhosss

JotaSP disse...

Bom dia
querida Graça________________________

Boas férias com flores
e alguns poemas____________________

Beijinhos assim «««

Everson Russo disse...

Belissimo seu blog, um lindo dia pra ti cheio de carinho...beijos na alma.

Carlos Gonçalves disse...

Graça, agora que te conheci, não me abandones, volta depressa!

Um beijo.

Carlos Gonçalves

isabel mendes ferreira disse...

e é pela "imaginação " que vamos sorrindo querida Graça....e sobrevivendo....nas pétalas líricas da outra metade da vida.



beijo. doce e grato.

A.S. disse...

À noite, outra emoção acontece
nas palavras mais distantes e secretas...


Um beijo doce... Graça!

MCampos disse...

Obrigada pelas suas palavras, por ter ido lá, mesmo em férias, e por ser assim, sempre poética.

Bem haja. Um abraço, Graça.

Marta disse...

Mas volta-se..
Ao palco..onde somos felizes...na nossa entrega ao público que nos olha de frente, nos olhos...
Gostei muito...
Obrigada pela visita.
Beijos e abraços
Marta

ângela marques disse...

também me sabe bem vir aqui e passear de uma só vez pelos caminhos que percorres.

neste tempo de silêncio, de sol e de mar, desejo-te umas boas férias, Graça

Paulo disse...

q
u
a
r
e
n
t
a

e

u
m

querida Graça !

. bom fim de semana .
. íssimo, sempre íssimo re.beijo meu .

Jorge Vieira Cardoso disse...

é perfume sem dúvida!
em cada pétala imensos sentires...

beijo terno querida graça e vai "aguardando" por mim...

Everson Russo disse...

Venho agradecer o carinho da sua visita ao Livro, deixo um beijo na alma e o desejo que tenha um otimo final de semana...

sideny disse...

Graça

Venho deixar-lhe um beijinho.

E desejar-lhe um bom fim de semana

beij

Carlos Gonçalves disse...

Graça, vê se regressas depressa - não tires férias 'à professora'-, o meu espírito anda inquieto à tua procura, já leu quase tudo que escreves-te, necessita de mais prosa erudita,que o faça pensar.

Um beijo.

Carlos Gonçalves

Brancamar disse...

Gracinha,

Venho dizer-te olá e desejar-te bom Domingo na esperança que um dia destes o possa fazer ao vivo :)
Beijinhos

lupussignatus disse...

a floração

das

aves



[boas férias

*beijo*]

São disse...

Um(a) artista é uma vida constituída por muitas vidas, acho.

Que as tuas férias sejam o que desejas, querida.

Um apertado abraço.

Paulo disse...

[49]

. um bom .d.o.m.i.n.g.o.

,,, querida Graça [...]

. vamos aproveitar os dias que faltam

. para que nunca faltem os dias

. saboreio.TE na visão [tua] dos olhos de dentro

. que a.penas a alma sabe decifrar .

. o resto, a ser resto, será sempre a resposta do tempo .

. o teu beijo de bom dia !

. de todos os dias o teu beijo ,,,

. .s.i.n.c.e.r.o.

.

Paulo disse...

Escreve qualquer coisa, Graça. Tenho saudades.


Um bom domingo para ti e goza bem essas férias.

Beijos


PJB