No intervalo [dos dias]...

(Luís)


dias que amanhecem com vontade de plantar ilhas desconhecidas,

arrancar asas às nuvens,

cortar grilhões à razão,

rasgar o horizonte, 

colar as mãos ao sorriso...

e descansar.


20 comentários:

Tchi disse...

... e simplesmente ficar no lugar que espera o nascer do sol.

Beijinhos.

porfirio disse...

.
.

.belo.

que te amanheçam
muitos dias
assim

bjo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

E por um dia deixar de ser dia...
Graça, este poema se assemelha muito a um poema meu, não sei se vc se lembra QUANTO A VIDA PESA TANTO QUE.
Adoro essa tipologia textual.
Um beijo, querida,
Renata

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Graça:
Já é meia noite e dez minutos, vou dormir, mas antes venho dizer-lhe que publiquei no Arte segunda-feira somente para vc, e o post é menor do que os outros.
Beijos,

Paola disse...

Há dias assim...que nascem com vontade de tudo renovar... e murcham na impossibilidade de ser... Cansados, só lhes resta descansar...até ser dia outra vez...

Beijo abraçado, minha terna amiga.

Vieira Calado disse...

Há dias assim!

Que até parecem que não são nossos...

mas que poderão vir a sê-lo.


Bjs

Emilia disse...

Nos dias de irreverência... sejamos irreverentes!

Bj irreverente.
Emília

Paulo disse...

Quando tu intervalas, minha querida, sai sempre algo diferente. Gostei dos tons azuis :)... fora de brincadeira, gostei mesmo de lembrar essas tuas mãos coladas ao sorriso.

Beijo com saudade.

PJB

Nilson Barcelli disse...

O texto e a foto fizeram-me lembrar da ilha dos amores...
Gostei de ambos.
Querida Graça, um beijo de boa noite.

lili laranjo disse...

Graça
A amizade é uma palavra que nunca se gasta...
Mas...tem que ser trabalhada e muito cuidada...pois é uma preciosidade.
Um beijinho paera ti...

f@ disse...

Graça....
colar as mãos ao sorriso...
com qual cola? Gracita?

Rasga-se o horizonte no desvaneio da razão...

as contas do colar são para ti...
fazes tb uma pulseira...
mtas contas coloridas ao teu gosto... e um fio fino de um metal Gracioso...

imenso beijinho

Brancamar disse...

Mas que belos dias nos trazes por aqui, querida Graça e como eu preciso e gosto deles assim...!
Posso vir cá amanhã buscar mais? :)
O teu fotógrafo Luís tem sempre uns quadros naturais que nos transportam para o mundo real, porque o nosso é que é o virtual, mesmo quando corremos de forma exagerada para o trabalho, quando nos misturamos ao dióxido de carbono dos canos de escape, quando nos fechamos nos centros comerciais, haverá mundo mais irreal que esse? O verdadeiro é aquele que está nos tons de azul do Luís, na terra que deixamos de amanhar, de sentir, em tudo o que perdemos da mãe-natureza e que por isso nos descansa tanto quando voltamos ao seu regaço.
Ela é sempre o nosso refúgio de cumplicidade com a nossa própria natureza.
Obrigada Graça por fazeres os nossos dias felizes.
Beijinhos querida Graça.

Rabisco disse...

Olá!
Acabei de encontrar este teu palco e estou maravilhado.
Muito bom mesmo!
Parabéns!
Vou ficar por cá...não para representar mas para aprender a fazê-lo tão bem...desta forma!

=)

o que me vier à real gana disse...

E vamos lá, Graça!... Nas nossas canôas ou jangadas de canas, naveguemos em sua demanda. Sabemos fazê-lo!... Oh ilhas incógnitas!!!

Bj Graça

Eh pá, agora ando tão pouco por aqui... e sinto saudades!

preto [e] branco disse...

Querida Graça,

Todos os dias nos dão vontade de fazer qualquer coisa. Agora, é maravilhoso estes dias em que te apetece escrever em boas palavras e, antes do "descanso" ainda tens força para "rasgar o horizonte" e..."colar as mãos ao sorriso..."

Que posso dizer?

bj...nho

A.S. disse...

Graça...

Há dias em que apetece fazer isso tudo e muito mais!
Há outros dias, em que apenas queremos ver os minutos espreguiçarem-se pelas tardes, minuciosamente...


Beijo...

Lídia Borges disse...

Dias assim são dias de todas as decisões... Quando se vão embora nada fica como estava!

Gostei tanto deste cantinho!

Vieira Calado disse...

E vim cá novamente...

lupussignatus disse...

enraíza

até

o

luar :)

JotaSP disse...

_________________ será que arrancar árvores do céu


é o mesmo gesto de

arrancar asas às nuvens_____________________________ ???


»»» um beijinho. bom dia, querida graça______________________________